Síndrome do Túnel Cárpico




A Síndrome do Túnel Cárpico (STC) é uma disfunção que se caracteriza pela compressão do nervo mediano, durante o seu trajeto, na região do punho (no túnel do carpo). Esta síndrome é bastante mais comum nas mulheres do que nos homens e surge, geralmente, entre os 30 e os 50 anos.


Quais são os sintomas?

De acordo com a severidade, a compressão deste nervo pode originar dor no punho, perda de força e destreza manual e alterações na função nervosa, como diminuição da sensibilidade, parestesias e dormência nos três primeiros dedos (polegar, indicador e dedo médio). A manifestação da sintomatologia ocorre maioritariamente durante a noite, mas também durante atividades simples da vida diária, como por exemplo, dificuldades em segurar objetos ou abrir frascos.


O que causa?

Geralmente a causa é desconhecida. No entanto, há evidência de que os esforços/movimentos repetidos com as mãos, a obesidade, a osteoartrite ou outras disfunções do sistema musculoesquelético, assim como, algumas doenças como a diabetes, a artrite reumatóide e o hipotiroidismo, parecem relacionar-se com o seu surgimento.


Como se diagnostica?

Caso estes sinais de alerta sejam familiares deve procurar realizar uma avaliação clínica rapidamente, de modo a evitar a progressão da condição.

Devem, de imediato, ser descartadas outras possíveis causas, como um evento traumático, sendo fundamental recolher uma história detalhada e compreender o comportamento da sintomatologia. O diagnóstico é efetuado através de testes clínicos e funcionais e/ou estudos imagiológicos e eletrodiagnósticos. Todo o trajeto do nervo mediano deverá ser avaliado e despistados possíveis locais de compressão, como na cervical ou no cotovelo.


Qual é o papel da Fisioterapia?

A Fisioterapia deve ser considerada precocemente para a gestão da STC. Não só após intervenção cirúrgica (recomendada em casos mais graves e nem sempre bem sucedida), mas como primeira linha de intervenção para a evitar. O seu adiamento pode comprometer o processo de reabilitação e colocar em causa a sua resolução.

A intervenção em Fisioterapia providenciará um acompanhamento individualizado de acordo com as necessidades específicas de cada indivíduo. Com recurso a técnicas de terapia manual, prescrição de exercícios terapêuticos e recomendações que poderão ajudar a gerir a sua condição no dia a dia e na retoma à sua atividade.


  • Erickson M, Lawrence M, Jansen CWS, Coker D, Amadio P, Cleary C. Hand pain and sensory deficits: Carpal tunnel syndrome. J Orthop Sports Phys Ther 2019;49:CPG1–85. https://doi.org/10.2519/jospt.2019.0301.


  • Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy. Carpal Tunnel Syndrome: A Summary of Clinical Practice Guideline Recommendations-Using the Evidence to Guide Physical Therapist Practice. J Orthop Sports Phys Ther 2019;49:359–60. https://doi.org/10.2519/jospt.2019.0501.



54 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo